06 motivos para você não querer voltar à vida normal após a pandemia

06 motivos para você não querer voltar à vida normal após a pandemia

Assistindo à missa no youtube do Padre Anderson Gomes neste domingo (05/04/2020), sua homilia nos faz refletir e fazer um paralelo em relação ao mundo atual em que vivemos. Vou descrever aqui, em meu ponto de vista, os 06 pontos que foram apontados por ele, para que não desejarmos voltarmos à vida normal como ao que era antes, após esta pandemia.

1-     Precisamos deixar de ser traidores, egoístas, mercenários, como éramos em nossa vida normal

vida normalQuantas vezes traímos a nós mesmo ou principalmente às pessoas que amamos? Quantas vezes nos sabotamos? Temos a tendência de colocar o dinheiro acima de tudo, de ser egoístas, de fazer tudo em função de uma recompensação financeira.

Precisamos repensar um pouco no modo que atuamos. Precisamos pensar um pouco mais no outro. Não precisamos querer tudo para nós, pois pode faltar algo para outra pessoa. Precisamos se importar com o bem-estar geral. Não podemos ser escravos do dinheiro.

Não devemos aproveitar de uma situação ruim para alguém, para tirar proveito. Temos que saber dividir.

2-     Precisamos deixar de ser violentos

Violência gera violência. Amor gera amor. Precisamos de um mundo mais amoroso, mais compassivo. Não podemos bater com a mesma força que apanhamos. Precisamos entender que toda ação gera uma reação e que se agirmos de forma positiva a reação também será positiva.

3-     Precisamos se importar mais com os outros

vida normalNão podemos ser omissos. Não podemos deixar de ajudar a quem precisa. Precisamos ser mais ativos, mais presentes. Precisamos se importar mais com os outros, a começar em nossa própria casa, em nosso trabalho.

Saber ouvir é muito importante. Depois de detectarmos o problema e se tivermos uma solução para tal, precisamos intervir para que nada de ruim aconteça com a outra parte. Não podemos permitir que nada de ruim acontece para outra pessoa, se tivermos a chance e a possibilidade de não deixar acontecer.

4-     Precisamos entender melhor os sinais que recebemos

Enquanto estamos passando por esse momento, recolhido em nossas casas, ao mesmo tempo estamos tendo uma grande oportunidade de realizarmos grandes mudanças em nossas vidas e no modo de enxergamos o mundo. Isso também vale para nossa vida profissional. Vamos enxergar um pouco além. Precisamos interpretar melhor o mundo.

Precisamos renunciar a tudo que é ruim que está dentro de nós. Todos nossos maus comportamentos, precisamos nos livrar de tudo que nos fazia mal. Estamos tendo esta chance agora.

Precisamos deixar brotar uma nova vida, com mais amor, fé e sabedoria. Precisamos nos permitir olhar o mundo com uma nova perspectiva. Precisamos agir em nossa vida profissional de modo diferente do que agíamos anteriormente. Que mudança podemos fazer? O que de novo podemos implementar? O que podemos fazer de diferente e para melhor, neste novo cenário que está surgindo?

5-     Precisamos reconhecer os erros cometidos anteriormente

Deus se Arrepende? Como Entender o Arrependimento de Deus?Façamos uma análise de nossa vida. O que fizemos de errado? Quais erros cometemos? O que foi feito que não deveria ser feito? Precisamos pontuar tudo isso, relembrar de tudo, por mais doloroso que seja, para que, do fundo de nosso coração, não errarmos novamente.

Aprender com nossos erros é extremamente importante. Todo nós erramos. O que não podemos é cometer o mesmo erro, uma vez que foi detectado e reconfigurado em nossa mente.

6-     Precisamos querer uma nova vida e não querer voltar à vida normal que tínhamos antes

Temos que ser vigilantes em não querer voltar ao modo que vivíamos. Após este período de reflexão profunda, estamos tendo a chance de querer uma nova vida. Estamos tendo a oportunidade de meditar, pensar e agir.

Eu não quero voltar a ser como antes. Minha empresa não a mesma que era antes. Eu serei uma pessoa muito melhor. Minha empresa será muito melhor. Estou tendo a oportunidade agora de fazer várias mudanças e estou fazendo.

E você? O que tem feito? Como tem agido para não desejar voltar à vida normal? Como está passando pela sua cabeça neste momento? Será que o que escrevi faz algum sentido para você?


 

 

Deixe uma resposta